3 métricas tão importantes para o Google quanto o PageRank

Já faz algum tempo que o Google vem incentivando os proprietários de sites a considerarem outras métricas juntamente com o PageRank. Estes índices estão diretamente relacionados aos objetivos de cada site, sua “razão de existir” na web. Levar em consideração e consultar essas métricas pode melhorar muito seus resultados em negócios e, consequentemente, consolidar um bom posicionamento no Google.

A ideia aqui não é aprofundar no assunto “métricas”, mas mostrar que há outras formas, mais diretas, eficazes e controláveis, de medir o sucesso do seu site. Abaixo listamos três sugestões de índices que podem ser monitorados utilizando serviços como o Google Analytics e Webmaster Tools:

Taxa de conversão
Conversão é, resumidamente, quando um visitante entra no seu site e o utiliza para aquilo que se pretende. Para citar exemplos, a conversão pode ser a finalização do processo de compra, o cadastro para recebimento de newsletter, o download de um documento ou até mesmo, a leitura de um artigo ou um comentário sobre um texto opinativo. Logicamente, a taxa de conversão é a porcentagem de visitantes que convertem (executam uma conversão). Esta é uma métrica que reforça a relevância do seu site na web (as pessoas realmente o utilizam). Quando um visitante converte, você prova ao Google que merece subir no ranking. Pense nisso.

Taxa de rejeição
Uma “rejeição” é quando um visitante acessa seu site e sai rapidamente, sem visitar outras paginas, portanto, a taxa de rejeição é a porcentagem de visitas com baixo envolvimento. Se seu site apresenta uma alta Taxa de Rejeição, isso pode indicar problemas de design ou conteúdos que não “fisgam” a audiência. Para corrigir isso, é fundamental realizar um levantamento da taxa de rejeição por página e implementar as devidas ações corretivas. Lembre-se: Um bom posicionamento no Google não se sustenta quando os visitantes saem sem converter. Quando isso acontece, você perde posições.

Taxa de cliques (CTR)
Dentro do contexto dos resultados de pesquisa orgânicos (quando a busca é realizada diretamente na página do Google), a taxa de cliques é a freqüência com que as pessoas clicam no link do seu site, em relação ao número de vezes que ele aparece na SERP (Search Engine Results Page). Por exemplo: Se o seu site apareceu 100 vezes e, foi clicado duas vezes, sua Taxa de Cliques será igual a 2%. Uma CTR (do inglês Click-Through Rate) baixa significa que, mesmo que seu site esteja bem posicionado, os visitantes não estão clicando no resultado, logo ele não é percebido com relevância. Para melhorar a CTR, analise títulos e descrições que aparecem nos resultados de pesquisa. Eles são apelativos? Representam com exatidão o conteúdo de cada URL? Dão razões para os usuários clicarem neles? Você deve gerar interesse, despertar a curiosidade dos usuários.

Se você ainda não monitora essas métricas, faça uma análise e busque ações corretivas de curto e médio prazo. Diariamente observamos casos de sites que possuem um bom índice de PageRank, mas que ficam abaixo dos concorrentes na página de resultados.

Talvez falte observar algumas das métricas acima, qual a sua opinião?

Website | + posts