Os 3 Pilares do Marketing do Futuro

Você já imaginou como será o Marketing no futuro? O próprio conceito de marketing vem mudando com o passar dos anos, isso por que as pessoas e os mercados mudaram e, com isso, o próprio marketing vive constante mudança e inovação, e deve evoluir profundamente nos próximos anos.

O conceito de marketing

Ao longo da história, com a evolução do conceito, diversos estudiosos trabalharam para aperfeiçoar o entendimento do marketing e seu papel. Confira algumas das definições mais citadas na literatura mundial:

“É uma função organizacional e um conjunto de processos que envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, bem como a administração do relacionamento com eles, de modo que beneficie a organização e seu público interessado”. (AMA – American Marketing Association – 2005).

“É um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtêm aquilo de que necessitam e o que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros”. (KOTLER e ARMSTRONG, 1999).

“É o conjunto de estratégias e acções que provem o desenvolvimento, o lançamento e a sustentação de um produto ou serviço no mercado consumidor (Dicionário Novo Aurélio).

“Se observada de forma pragmática, a palavra assume sua tradução literal: “mercado”. Pode-se, então, afirmar que marketing é o estudo do mercado. É uma ferramenta administrativa que possibilita a observação de tendências e a criação de novas oportunidades de consumo visando à satisfação do cliente e respondendo aos objetivos financeiros e mercadológicos das empresas de produção ou prestação de serviços (FRAGA, Robson, 2006).

“O marketing de hoje deve ser entendido como uma forma de entender o cliente e satisfazer as suas necessidades e desejos. É o processo pelo qual as empresas criam valor para os clientes e constroem fortes relacionamentos com eles para capturar o seu valor de volta. ( KOTLER & ARMSTRONG, 2007: 4)

O fato é que o conceito contemporâneo de marketing engloba a construção de um relacionamento no qual indivíduos e grupos obtêm aquilo que desejam e necessitam. O marketing se originou para atender as necessidades de mercado, mas não está limitado aos bens de consumo. É também amplamente usado para “vender” ideias e programas sociais. Técnicas de marketing são aplicadas em todos os sistemas políticos e em muitos aspectos da vida.

 

Os 3 Pilares do Marketing do Futuro

Mas como será o marketing em 2020? Considerando as mudanças no comportamento das pessoas e, consequentemente nos seus hábitos de consumo e relacionamento, o especialista em marketing digital Steven Van Belleghem, compilou um overview do que ele acredita que será o marketing daqui há alguns anos. Segundo ele, o marketing em 2020 será baseado em três dimensões, ou pilares: “Foco no consumidor”, “tecnologia como facilitador” e “vender sem vender”.

Foco no consumidor:

Três fatores continuarão influenciando o comportamento do consumidor no futuro:

  • Adoção total de novas tecnologias: Até 2020 2,5 bilhões de smartphones estarão em uso. A Internet e o digital serão ainda mais comuns na vida de todos.
  • Transparência: A adoção contínua de tecnologia vai tornar o mundo ainda mais transparente. Consumidores estarão cientes de quais companhias estão dando certo e quais não estão. Como resultado, consumidores demandarão serviços melhores. Ao invés de simplesmente comparar empresas com os competidores mais próximos, comparam com os líderes do mercado – o que aumenta o nível consideravelmente.
  • Seletividade: Tecnologia vai se tornar ainda mais efetiva em proteger os consumidores das mensagens comerciais. A nova mídia vai permitir que consumidores sejam muito seletivos sobre as empresas com as quais estão ligados. Ganhar acesso ao consumidor de 2020 vai ser muito mais difícil.

 

Tecnologia como facilitador:

A tecnologia integrada no marketing e serviço permite:

  • Melhorar ainda mais a experiência do consumidor.
  • Aumentar eficiência, o que aumenta a satisfação do consumidor e diminui os custos.
  • Gerar mais lucro.

Além disso, compilar dados dos consumidores (confira nosso texto sobre Big Data e Analytics) vai ajudar as empresas a atingirem os objetivos acima. A empresa mais bem sucedida vai ser aquela com os melhores dados e a habilidade de utilizar esses dados de forma a obter os melhores resultados.

 

Vender sem vender:

Atrair os consumidores será cada vez mais difícil. A tecnologia torna mais fácil para os consumidores evitarem receber mensagens comerciais que não queiram receber. Ser extremamente relevante é a única forma de manter a atenção do consumidor. Oferecer valor para o consumidor na forma de algo que é relevante para ele. Trata-se cada vez menos do seu produto e mais do que os consumidores podem fazer com ele.

Por exemplo, um site de um produto que não mostra o produto em si, mas muito mais coisas que o consumidor pode aproveitar, como a Kraft, cuja página principal não mostra seus produtos, mas receitas, dicas, videos, etc.

Princípios essenciais para o sucesso em vender sem vender:

  • Invista na sua própria mídia: Faça com que linkem para o seu site e não para sua informação que está colocada em qualquer lugar da Internet. Traga as pessoas para as suas plataformas para consumirem o conteúdo.
  • Use conteúdo como isca para dados: Muitas empresas estão apenas jogando iscas na água – o peixe come e vai embora. Produzem conteúdo, mas o largam na internet sem uma isca que traga pessoas para o seu produto e site. Aproveite o seu conteúdo para capturar dados dos seus potenciais clientes.
  • Design: o conteúdo deve ser relevante, mas também ser apresentado com cuidado no design. É o que o torna diferente, chama atenção e o torna mais fácil de ser consumido.

 

Quer saber como montar seu planejamento de marketing digital? Clique na imagem e baixe nosso ebook!

Ebook - Planejamento de Marketing Digital: Comece o seu!

 

Website | + posts